Guajará-Mirim,

Jaru: Dois elementos são presos acusados de assalto a residência no centro da cidade

Por Redação
Publicado 27/05/2022
A A

Logo nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (26), a Polícia Militar recebeu uma ligação informando que uma residência, seis pessoas que se encontravam nela, haviam sido vítimas de um assalto, momentos antes, e que uma das vítimas estaria seguindo um dos elementos.

O Roubo ocorreu em uma residência da Avenida Padre Adolfo Rohl, no setor 05, e diante a ligação os policiais se deslocaram imediatamente ao local, com apoio de outra guarnição que foi de encontro a vítima que perseguia o acusado.

De acordo com informações das testemunhas, dois elementos armados com uma arma cromada tipo garrucha, haviam adentrado a residência e sob ameaça, chegando a ocorrer um disparo, como forma de intimidação as vítimas, os acusados angariaram mil reais em dinheiro, e algumas joias, incluindo um cordão de ouro com um pingente de cavalo.

Depois disso os dois tentaram empreender fuga e foram seguidos por uma das vítimas, largando para trás uma motocicleta CG Titan vermelha. Mas minutos depois, um dos elementos com capacete na mão voltou para tentar pegar o veículo, e foi novamente seguido pela vítima que o acompanhou até o rio Mororó na Rua Rio Grande do Norte, onde esse se embrenhou na mata, sendo perdido de vista.

A Polícia então realizou diligencias na residência de um elemento já conhecido da Polícia, que fica próximo ao local indicado como sendo onde o acusado se embrenhou. Enquanto a Polícia detinha esse elemento, outra guarnição localizou nas proximidades outro rapaz escondido em um bueiro, este ao ser revistado, escondia no bolso, um pingente igual ao que teria sido levado no roubo.

Ao ser interrogado, este confessou que havia cometido o crime com a ajuda de um amigo menor de idade. A Polícia foi até a residência do menor e este também confessou que havia cometido o delito juntamente com o outro conduzido, e depois de muito enrolar levaram a polícia até onde a arma estava escondida.

Já na Unisp a Polícia descobriu que a motocicleta utilizada por eles, era produto de furto ocorrido na noite anterior na cidade vizinha de Ouro Preto do Oeste. Diante disso a dupla contou que haviam recebido a moto e arma de um elemento que passou a “fita”, para eles cometer o roubo. Ambos foram apreendidos e entregues ao Delegado de plantão para ser tomadas as medidas cabíveis. Já o primeiro elemento abordado em sua casa, não houve comprovação de participação no crime e foi liberado.

 

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?