Guajará-Mirim,

Procurador de Justiça Osvaldo Luiz de Araujo se aposenta do cargo após 36 anos dedicados ao Ministério Público de Rondônia

Por MP/RO
Publicado 19/10/2021
Atualizado 19/10/2021
A A

Com uma expressiva atuação na atividade finalística, na área correcional e na alta administração do Ministério Público de Rondônia, o Procurador de Justiça Osvaldo Luiz de Araujo se aposenta da carreira, após 36 anos dedicados à Instituição.

Oriundo do III Concurso para Promotores de Justiça do MPRO, Osvaldo de Araujo tomou posse no cargo em dezembro de 1985, antes ainda da promulgação da Constituição Federal de 1988. Vivenciou as transformações trazidas pela Carta à Instituição, que a fez ser detentora do papel de guardiã da sociedade.

Teve como primeira lotação a comarca de Cerejeiras, em janeiro de 1986, de onde foi promovido para Costa Marques, depois Cacoal, até chegar a Porto Velho em 1992, como titular da 3ª entrância. No biênio 1990-1991, foi vice-presidente da Associação do Ministério Público de Rondônia. Em 1993, ocupou o cargo de diretor do Centro de Controle Disciplinar do MPRO e, concomitantemente, coordenador das Promotorias da Capital.

Nomeado Secretário-Geral do MP em 1995, ocupou o cargo durante os seis anos seguintes, período em que participou ativamente da construção da primeira torre do edifício-sede, em Porto Velho e diversas Promotorias de Justiça no interior do Estado. Em 1997, foi o primeiro diretor-geral da Fundação Escola Superior do Ministério Público de Rondônia, que ajudou a fundar.

Já no ano 2000, deixou o cargo de Secretário-Geral para assumir a presidência da AMPRO, cargo que exerceu por dois mandatos consecutivos, até 2003. No biênio 2002/2004 foi vice-presidente da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público.

Manteve-se atuando na atividade finalística com passagem em diversas Promotorias de Justiça até ser promovido a Procurador de Justiça em dezembro de 2004. Foi eleito Corregedor-Geral do MP pelo Colégio de Procuradores para o biênio 2007 a 2009.

Por fim, exerceu o cargo de Subprocurador-Geral de Justiça do MPRO nos seis últimos anos (de 2015 a 2021), durante as gestões dos Procuradores-Gerais de Justiça Airton Pedro Marin Filho (2015-2019) e Aluildo de Oliveira Leite (2019-2021). Neste mesmo período, também atuou como membro do Conselho Superior do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Rondônia.

Contemporâneo da terceira turma de Promotores de Justiça, o Procurador de Justiça Charles José Grabner homenageia o colega e amigo de longa data, sublinhando sua contribuição à Instituição. “Nos conhecemos há mais de 50 anos. Fomos colegas de faculdade e ingressamos juntos no III Concurso de Ingresso na Carreira de Promotores do Ministério Público de Rondônia. Ele sempre foi um profissional excepcional, que sempre se dedicou com afinco à instituição. Que agora aproveite o descanso merecido”, afirma.

Para o Procurador-Geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira, é inconteste o legado deixado por Osvaldo Luiz de Araujo. “Seu trabalho muito colaborou para a estruturação e modernização do MP de Rondônia, qualidades que fizeram a Instituição ser tão reconhecida não só no Estado, mas em todo o Brasil. O Procurador se despede deixando uma marca na história do MPRO pelos tão relevantes serviços prestados à sociedade rondoniense em quase 40 anos de dedicação. Somos imensamente gratos”, ressalta.

“Tive e tenho muito orgulho de fazer parte do Ministério Público de Rondônia ao longo desses 36 anos. A sensação de realização agora dá lugar à saudade. Saio com o dever cumprido”, afirma o Procurador de Justiça Osvaldo Luiz de Araujo.

Fonte: MP/RO

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?