Guajará-Mirim,

Festival de Futebol encerra etapa de capacitação do Projeto Gol do Brasil em Rondônia
Cerca de 100 crianças participaram de evento de conclusão para 37 instrutores capacitados para desenvolver as ações do programa em Rondônia

Publicado 27/06/2022
Atualizado 27/06/2022
A A

Na manhã deste sábado (25), foi concluída a primeira etapa do Projeto Gol do Brasil na cidade de Porto Velho, em Rondônia. Após três dias de palestras de capacitação, os novos instrutores colocaram os conhecimentos em prática durante um Festival de Futebol com a participação de 100 crianças. O evento culminou com a entrega de certificados de capacitação aos 37 instrutores formados pelo programa.

O projeto Gol do Brasil é realizado pela FFER (Federação de Futebol do Estado de Rondônia), em parceria com o Sport Club Genus de Porto Velho e a CBF (Confederação Brasileira de Futebol). As aulas foram ministradas entre os dias 22 e 24 no no Sesc Esplanada, na capital rondoniense.

O projeto Gol do Brasil será uma das iniciativas sociais a ser desenvolvida no Centro de Desenvolvimento do Futebol de Porto Velho. "240 alunos de 6 a 17 anos serão atendidos pelo projeto que utilizará o futebol como ferramenta central e privilegiada para mobilização, educação, saúde e promoção da cidadania", pontuou o representante da FFER para a fiscalização do projeto Gol do Brasil em Rondônia, Jair Júnior.

O objetivo desta primeira etapa é preparar os professores que irão aplicar o trabalho no projeto Gol do Brasil, que pretende proporcionar uma compreensão diferenciada e efetiva das questão socioambientais, de modo que consigam oferecer oportunidades de desenvolvimento de crianças e adolescentes em todas as suas dimensões: intelectual, física, emocional, social e cultural. "A missão do Projeto Gol do Brasil em conjunto com o Genus, através do presidente Evaldo Silva, a FFER e a CBF é de promover a educação e a cidadania de crianças e adolescentes por meio do futebol. A ação tem a meta de desenvolver as habilidades de vida, preconizadas pela OMS (Organização Mundial de Saúde), agência da ONU (Organização das Nações Unidas), elaboramos a Metodologia da CBF Social para crianças e adolescentes que se encontram em situação de vulnerabilidade social", destacou o presidente da FFER, Heitor Costa.

Fonte: FFER

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?